Criança na cozinha? Dicas para preparar alimentos com os filhos nas férias

Há quem pense que cozinhar com crianças é uma missão impossível, mas não é. Para saber como fazer isso, é só conferir as nossas dicas para preparar alimentos com os filhos nas férias. Elas vão proporcionar momentos de diversão e muito aprendizado. 

As crianças adoram as férias, afinal, além de ser uma ótima oportunidade para um acampamento de verão, também é um bom momento para ensiná-las a cozinhar. Mesmo que seus filhos não tenham muito interesse em cozinhar, há maneiras de deixar tudo mais divertido e gerar interesse. Além disso, essa pode ser uma oportunidade para conversar com eles sobre segurança na cozinha, limpeza e exercitar a criatividade. 

Ter conhecimento na cozinha é importante, mas há outras coisas que você precisa considerar. Para que tudo corra bem e todos se divirtam, você deve garantir que a cozinha esteja segura. Por exemplo, as facas e outros utensílios que podem cortar ou machucar devem ser usados somente sob supervisão. Também deve-se observar a idade e maturidade dos pequenos antes de começar.

Antes de começar a preparar alimentos com os filhos

A receita que vocês vão cozinhar é muito importante. O primeiro passo é escolher uma que seja adequada à maturidade e ao tamanho das crianças. Dê preferência para as receitas mais simples e fáceis de fazer juntos.

Outra dica importante para levar em conta é escolher algo que os seus filhos irão comer, ou seja, escolham a receita juntos. Ao fazer brigadeiro, por exemplo, certamente a criança ficará mais motivada a aprender e a te ajudar.

Em seguida, compre os ingredientes, prepare e limpe a cozinha e separe tudo o que vocês vão usar. Afinal, você não quer frustrar as crianças descobrindo que falta algum ingrediente ou utensílio quando tudo estiver pronto, não é mesmo?

Benefícios de cozinhar com crianças

1. Conscientização sobre segurança e higiene

Cozinhar com crianças não é só brincadeira, já que essa pode ser uma boa oportunidade para ensiná-las sobre segurança e higiene. Por exemplo: a importância de lavar as mãos ao lidar com alimentos e sobre não mexer nos utensílios sem supervisão.

Quando precisar usar o fogão, fale com as crianças sobre como é perigoso lidar com o fogo e com panelas quentes. Mostre pra elas a maneira correta de manusear as panelas quentes, de não correr com as facas na mão, etc.

2. Forma de aproximar a relação

Passar tempo de qualidade juntos é essencial para aproximar ainda mais a relação com os filhos. Isso porque cozinhar requer muita interação e é a oportunidade ideal para dar muita risada e se divertir com as crianças.

3. Utilidade para toda a vida

Dependendo da idade, ter mais intimidade com a cozinha vai ser muito importante futuramente, principalmente se o seu filho quiser fazer intercâmbio, por exemplo. Nesse caso, o contato prévio com a cozinha vai ajudá-lo a se virar sozinho. 

Cozinhar pode ser divertido?

Sim! Ensinar a cozinhar precisa ser um momento em que as crianças sintam que estão brincando. Talvez nem todas vão gostar de cozinhar no começo, por isso, crie uma espécie de ritual para começar a ensiná-las. Dessa forma, elas vão sentir que estão fazendo algo importante, mesmo sendo tudo no tom de brincadeira. Você pode deixar as coisas mais divertidas com as dicas a seguir:

Divisão de tarefas entre pais e filhos

Determine uma função para cada um ser responsável por uma pequena etapa da receita, algo adequado para a idade deles. Crianças mais pequenas, entre 3 e 6 anos, podem ficar responsáveis por atividades como decorar o bolo e até organizar os ingredientes e passar alguns utensílios.

Já as crianças mais velhas podem ser responsáveis por tarefas mais elaboradas, até mesmo cortar alguns ingredientes, sempre sob supervisão. Também podem ajudar a lembrar os passos lendo a receita.

Estímulo da criatividade

Crianças são criativas, então, deixe que elas usem a imaginação e entre na brincadeira, permitindo que tomem decisões sobre a receita. Elas podem decidir como decorar, quais confetes usar, quanto chocolate colocar, etc. Além disso, no campo da imaginação vale de tudo, até fingir que é uma receita especial da Cinderela ou uma sobremesa para um gigante faminto. Deixe a imaginação fluir!

Você também pode colocar músicas, roupas e aventais especiais para a ocasião, para deixar tudo mais descontraído.

Canais do Youtube e livros para crianças

Para estimular o gosto pela cozinha, existem diversos canais voltados para o público infantil que ensinam receitas muito fáceis. São biscoitos, bolos e outras comidas geralmente muito coloridas e com formatos divertidos, para despertar o interesse nas crianças.

Os vídeos têm passo a passo bem explicado de cada etapa, facilitando para você e falando uma linguagem que as crianças entendem. Aqui separamos alguns vídeos com exemplos bem criativos de crianças cozinhando com os pais: Então RaquelCozinha do bom gosto e Receitas para Crianças – Léo Borges.

Alguns livros também podem ser o pontapé para o interesse por gastronomia, ensinando ludicamente receitas bem interessantes. As ilustrações e as fotos das divertidas receitas propostas com certeza vão chamar a atenção. Confira algumas dicas de livros sobre culinária infantil: 200 Receitas Especiais para Crianças – Coleção Culinária de Todas as Cores, Culinária Passo A Passo Para Crianças e Dona Benta para Crianças: Viagem Culinária Pelo Mundo.

Ao ensinar seu filho a cozinhar de forma lúdica, você estará desenvolvendo noções de responsabilidade e organização. Isso pode servir para várias situações, inclusive quando a criança estiver em um acampamento. Se você ainda não sabe para onde mandar seu filho nas próximas férias, entre em contato conosco.

Conheça mais sobre o que o Jully Camp tem a oferecer!

Siga-nos nas redes sociais e confira a rotina das crianças nas nossas temporadas.

2020-02-06T16:10:04+00:0006/02/2020 at 3:18pm|0 Comments

Leave A Comment